Estamos localizados em Sorocaba
Atendemos todo o Brasil
Telefone 15 3327-9801
2ª à 6ª das 9h às 17h
contato@setisweb.com.br
Atendimento 24 Horas

SEO: Otimização que leva o seu site a destaque no Google

SEO: Otimização que leva o seu site a destaque no Google
by

Ilustrando de uma maneira simplista, motores de busca apoiam-se em dois grande pilares para classificar resultados: Relevância e Reputação. Enquanto a Relevância é aquilo que controlamos de uma maneira mais direta — afinal é tudo o que incluímos e escrevemos em um website ou blog — a Reputação tem uma característica indireta e difícil de controlar. Reputação considera como somos vistos pelo mundo que interage com o nosso site, marca, ou serviço. Seria muito fácil se os motores de busca se apoiassem única e exclusivamente nestes dois factores para a classificação de resultados. Porém, devido a tentativas de manipulação, os motores de busca consideram um leque de fatores muito mais abrangente. Por exemplo, o Google considera mais de 200 factores algorítmicos.

Como mencionado anteriormente e de uma forma ampla, os motores de busca apoiam-se em relevância e reputação para classificação de um site. No entanto, para que isso aconteça os robôs precisam completar alguns passos que antecedem a classificação (ou ranqueamento) de resultados:

  1. Rastreamento: É o processo onde crawlers (bots ou robôs de rastreamento, que na verdade são peças de software) requisitam documentos referenciados na web. Estes documentos normalmente estão referenciados a partir de páginas que os crawlers já conheciam previamente;
  2. Indexação: Logo após o rastreamento, os documentos requisitados são analisados e indexados para posteriormente serem preparados para os processos de recuperação e serviço. Basicamente o Google cria uma cópia do documento encontrado e guarda essa cópia em um “banco de dados”. Processa sinais de relevância e reputação, bem como outros fatores necessários para entender a relação de um documento com o seu conteúdo e referências;
  3. Recuperação: É um processo que antecede imediatamente o serviço de um documento em uma página de resultados. Se o Google fosse uma biblioteca gigante, a recuperação seria o raciocínio e interpretação do seu pedido após você requisitar um livro;
  4. Classificação (ou Ranqueamento): É a parte visível para quem utiliza o Google, ele normalmente materializa-se em forma de SERP (Search Engine Results Page) ou em Português, simplesmente “página de resultados”.

Como Funciona SEO?

SEO não é apenas algo técnico e que você implementa no código HTML do seu site. É uma área fortemente influenciada por outras áreas como Arquitetura da Informação, Usabilidade ou Acessibilidade. Assim, SEO não tem apenas como objetivo melhorar o seu site nos motores de busca, mas também melhorar a experiência para as pessoas que eventualmente o visitem.Em geral a área de SEO divide-se em dois cenários de operação: SEO Técnico e SEO Estratégico. Enquanto o primeiro engloba o conjunto de táticas necessárias para conseguir uma melhoria da performance orgânica, o segundo faz a ligação de SEO com a estratégia de Produto, Inovação e Marketing. Entrar em SEO apenas pelo lado técnico é uma abordagem limitada e, em geral, com pouco valor agregado. Quando abordamos SEO por um lado puramente técnico, tendemos a analisar apenas os aspectos técnicos e táticas que nem sempre são as mais indicadas para resolver um problema de visibilidade.

SEO Técnico

SEO técnico é o conjunto de táticas e melhorias técnicas que podem ser feitas em um website, de modo a fazer que este se torne mais relevante e acessível aos motores de busca. Agora que entendemos, de uma forma genérica, os passos que os motores de busca se apoiam, podemos mapear alguns dos pontos básicos de abordagem em SEO técnico:

  1. Rastreamento e respostas do servidor;
  2. Arquitetura do website e estrutura de URLs;
  3. Pesquisa de tópicos e termos relevantes;
  4. Estrutura de layout e acessibilidade do conteúdo;
  5. Linkagem interna;
  6. Otimização do conteúdo;
  7. Meta dados e dados estruturados;
  8. Formatos alternativos (Mobile, AMP, PWA, Vídeo, etc.);
  9. Links e amplificação/disseminação;
  10. Otimização de conversão

SEO Estratégico

A grande maioria dos profissionais de SEO não considera o lado estratégico de SEO dentro de Marketing Digital. Em geral, profissionais de SEO, recorrem apenas e de uma maneira limitada, a um escopo mais técnico e imediatista.

Uma estratégia de SEO nasce de uma análise SWOT. Assim, o diferencial competitivo é explorado de forma a dar origem a uma abordagem lógica e com verdadeiro potencial de crescimento do negócio online. Não confunda estratégia com objetivos ou táticas. Uma estratégia sólida nasce a partir de respostas a perguntas como:

  1. Onde competimos?
  2. Que proposição de valor único estamos trazendo para o mercado?
  3. Que recursos/habilidades usamos para entregar esse valor?
  4. Como sustentamos nossa capacidade de fornecer esse valor único?

O plano estratégico de SEO é desenhado a partir de cada uma das respostas a estas perguntas. É essencial possuir conhecimento do que fazemos e do que somos online, mas essencialmente e também, daquilo que não fazemos e não somos.

Você precisa de SEO?

SEO é uma área que permeia horizontalmente a presença digital de qualquer marca. É importante pensar em SEO em qualquer fase de um negócio. Se está começando, você pode fazê-lo por etapas, não precisa assumir um grande projeto de SEO. Se já possui um negócio estável, não esqueça a vantagem competitiva, e aproveite ao máximo seus esforços de marketing digital. Evite desperdiçar recursos e tempo caminhando às cegas com sua presença digital ou mesmo seguindo conselhos ruins. Afinal, você não quer fazer alterações em seu CMS, e perceber que no dia seguinte o seu tráfego orgânico desapareceu.